segunda-feira, 21 de maio de 2018

O Vazio #CartasParaUmAlguém


Existem alguns momentos em nossas vidas que
os nossos sentimentos parecem sumir por completo.
Sentimos um enorme vazio dentro de nosso peito,
uma  vontade de chorar incontrolavelmente.
Nos imaginamos felizes somente com alguém ao
nosso lado, recebendo amor.
Esquecemos que o amor vem de dentro e nos preenche,
nos completa e nos faz viver melhor.
Acreditamos que amar alguém é a melhor coisa do mundo,
e o amor próprio é esquecido, escondido, e ignorado.
Acabamos por nos sentir pressas a pessoas, hábitos, e
teimamos em acreditar que a vida é assim mesmo e
que não tem outro caminho.
Quando finalmente percebemos tudo isso, nos sentimos
cansados demais para mudar, para seguir uma nova vida,
para abandonar tudo aquilo que não nos pertence mais.
Olhamos para nós mesmos e sentimos um medo enorme,
do amanhã.
Caminhamos em passo lentos e implorando para que o dia
termine melhor do que começou.
Mais uma vez, nos esquecemos que o poder de o dia
terminar bem está em nossas mãos.
Que a nossa felicidade depende somente de nós mesmos.

Ana Floriano 

terça-feira, 15 de maio de 2018

Meu Amor #CartasParaUmAlguém


Já faz tanto tempo que eu não escrevo para você.
Tantos sentimentos que hoje conversamos, discutimos e dividimos,
que as minhas cartas ficaram nas caixas empoeiradas.
Tantos sonhos, conquistas, desejos, medos.
Não preciso se quer de uma palavra, para que você me leia completamente
como sou, com todos os pontos e virgulas, que eu teimo em deixar em
silêncio.
Você com o jeito único, muitas vezes incompreendido, sabe exatamente
tudo sobre mim.
Eu fico muitas vezes perplexa de como dez anos de uma vida, podem mudar tanto
duas pessoas, sendo que muitas vidas ao nosso redor não mudaram depois de trinta ou quarenta
anos.
Só tenho a agradecer a tudo o que construímos juntos, a todo amor que temos um pelo outro,
a toda paciência, a todas as conversas, todos os medos divididos e sentidos juntos,
definitivamente a exatamente tudo, o que vivemos até hoje.
Obrigada 


Ana Floriano